Guriatã de Coqueiro e João Tavares

Em 1975, um projeto empreendido por Téo Azevedo teve como objetivo fazer uma pesquisa de música folclórica no sertão brasileiro, uma região selvagem localizada no nordeste do país. O objetivo era valorizar as profundas raízes musicais do Brasil, mostrando sua cultura através de seus representantes mais genuínos. A partir deste projeto, foi produzido e lançado o álbum "Romeiros do Padre Cícero", que teve como intérpretes Guriatã de Coqueiro e João Tavares, 2 músicos tradicionais do sertão.

"Guriatã de Coqueiro & João Tavares cortou as cordas que amarravam o predomínio musical do momento. Eles persuadiram o policiamento de nossa cultura folclórica oficial e gravaram um álbum de verdadeira música popular brasileira. Uma espécie de meio coco 'encasacado', aprimorado pela estética do acompanhamento musical, encontraremos um amplo trabalho bem intencionado que mostra um verdadeiro Brasil. Téo Azevedo, responsável pela produção, Guriatã de Coqueiro e João Tavares são os fiéis intérpretes de um disco digno de análise e estudo por ser um documento da cultura popular brasileira. Parabéns, pessoal. "- MARCOS CAVALCANTE DE ALBUQUERQUE (Venâncio)

Presidente da Associação de Poetas e Folcloristas Repentistas do Brasil


Albuns

ASSINE
NOSSA
NEWSLETTER